Thursday, January 17, 2013

ANTONIO AGUILLAR, fotografo e radialista

Antonio Aguillar, fotógrafo natural de São José do Rio Preto-SP, vem p'ra São Paulo e vai trabalhar no jornal 'O Estado de São Paulo'. Aqui em foto de 1954, durante o IV Centenário da cidade.
Aguillar passa a fotografar principalmente a cidade de São Paulo; Largo do Paissandú, Avenida São João. Note que os tapumes escondem a construção da futura Galeria do Rock.
foto famosa de Aguillar, tirada, talvez, do próprio prédio do jornal O Estado de S.Paulo, onde ele trabalhava como fotógrafo, vendo-se o antigo prédio da Rádio América portanto propaganda política de Adhemar de Barros.
Enzo de Almeida Passos, da Radio Bandeirantes, segura Regina Cordovil no colo, enquanto Aguillar irradia a ação pelas ondas da Radio Nacional paulista.
Maria Regina Cordovil, ao lado de seu famoso pai, Hervê Cordovil, recebe prêmio por sua gravação de 'Carta a Papai Noel'.

Carta a Papai Noel

falado: Excelentíssimo Senhor Papai Noel, endereço: Céu!

Querido Papai Noel, vou fazer o meu pedido para o dia de Natal
uma boneca bem grande, se for pequena não faz mal

Não se esqueça de trazer um brinquedo p'ro Tatá
ele está no orfanato e de lá ele não sai
mande um vestido p'ra mamãe e aumente o ordenado do papai

Para o Norman, uma guitarra, p'ro Juneco um futebol
p'ro Ronnie um Volkswagen que ele quer fazer faról
mande felicidade mil p'ra todo esse povo do Brasil

Tchau, assinado: Maria Regina Cordovil

autor: Hervê Cordovil 

Aguillar comanda o espetáculo na Radio Nacional paulista, onde insuflava os brotos em programas de auditório super-concorridos.
Aguillar sempre levava um ídolo da Velha Guarda para mesclar seu programa para brotos. Aqui vemos Carlos Galhardo em 1961.
Antonio Aguillar casa na igreja de Santo Antônio, na Praça do Patriarca, no dia 27 Julho 1963, no auge da fama de seus programas na Organização Victor Costa. George Freedman é o padrinho da noiva, Marly Bucci.
Aguillar era 'multi-media', fazendo radio, TV e coluna na revista Melodias; 1963 foi seu grande ano; foi quando a TV Excelsior, a grande inovadora o 'tirou' da TV Paulista, Canal 5, levando-o para o Canal 9; coluna de A.Aguillar na revista Melodias.
Festa de aniversário para Ronnie Cord, o Rei do Rock de São Paulo, promovida por Antonio Aguillar, em 22 Janeiro 1964, com comparecimento de Roberto Carlos, o Rei do Rock do Rio de Janeiro.
'Festival da Juventude', comandado por Aguillar na TV Excelsior, na revista 'SP na TV' de 2 Dezembro 1963.
Brancato Junior assina contrato com Teddy Reno, sendo observado por Antonio Aguillar. Contrato esse que levaria The Clevers para a Europa no verão de 1964.
Antonio Aguillar & Neno em 2013, nas dependências da Radio Capital. 

3 comments:

  1. Tive a oportunidade de presenciar a festa de casamento do Antonio Aguilar. Os festejos foram na casa da noiva, Marli, na Rua Estero Belaco na Vila Mariana e na ocasião compareceram o conjunto " Os incriveis", além de varios outros cantores da ocasião. Nessa oportunidade ainda estava noivo de minha mulher que morava na rua Dr. Nogueira Martins, rua adjacente à da festa. A festividade com a presença desse dos Incriveis e esses outros astros foi fenomenal, deixando aquele trecho de rua intransitável. Parafraseando Roberto Carlos: Belos tempos Belos dias...

    ReplyDelete
  2. João José, obrigado pelos seus comentários bem pertinentes. Que privilégio ter participado dessa festa, já que, me disseram, foi a partir daí que o conjunto The Clevers começou a fazer sucesso. Alguém viu a apresentação deles na festa de casamento e correu para contar para o Palmeira, diretor-artístico da gravadora Continental, e eles foram contratados imediatamente, com assinatura no programa do Enzo de Almeida Passos, na TV Tupi. The Clevers teve que mudar de nome para Os Incríveis, em 1965, devido ao nome estar registrado em cartório pelo Antonio Aguillar. Briga que só lhe trouxe desgraças...

    ReplyDelete