Sunday, January 20, 2013

Hildegard Rosenthal's Sao Paulo in the 1940s



Rua do Seminário, vendo-se o Edificio Martinelli ao fundo.


Mappin Stores ao fundo... calçada do Viaducto do Xá.


1940s

Na década de 1940, em plena expansão populacional e industrial que transformaria a capital paulista numa metrópole, São Paulo foi documentada pela fotógrafa suíça Hildegard Rosenthal (1913-1990).

Rosenthal chegou ao Brasil em 1937, fugindo do nazismo. Em São Paulo, se tornaria uma das primeiras fotojornalistas da impressa nacional, realizando reportagens para veículos estrangeiros e nacionais, como os jornais O Estado de S. Paulo e Folha da Manhã.

Junto com os fotógrafos Militão Augusto de Azevedo (1837-1905), Guilherme Gaensly (1843-1928) e Aurelio Becherini (1879-1939), Hildegard Rosenthal construiu a memória fotográfica da São Paulo “antiga”.

As imagens deste post fazem parte do acervo do Instituto Moreira Salles e estão no livro Metrópole (2010).


Avenida São João e o edifício da Delegacia Fiscal ao fundo. 



Café na Estação da Luz.


1939


na Liberdade.



Vendedor de frutas na esquina da Ladeira Porto Geral com a Rua 25 de Março.






Rua XV de Novembro vendo-se Praça da Sé ao fundo.


Praça Ramos de Azevedo


Praça do Correiro; o quarteirão à esquerda desapareceu com a abertura da Avenida Prestes Maia.




Edifício Barão de Iguape na Praça do Patriarca - 1940s.


Praça da Sé.


No comments:

Post a Comment